Limma defende que o consenso deve ser em torno de um novo nome na Alepi


O deputado estadual Francisco Limma, líder da base governista na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), declarou durante entrevista ao Jornal do Piauí, da TV Cidade Verde, nessa quarta-feira (26/12) que acredita em um consenso que gire em torno de um novo nome que priorize a modernização da Alepi nessa disputa pela presidência.

"Não batemos o martelo porque não nos reunimos, alguns estão viajando, só tivemos conversas preliminares. Devemos ter essa conversa em meados de janeiro, para decidir qual a posição da bancada, não chegando a um consenso, aí nós deveremos recorrer a executiva do partido.


Vamos construir um consenso, tenho muito respeito por todos os parlamentares. O que quero deixar claro, é que lá não teremos posição contra A ou B, eu pessoalmente não tenho nenhuma posição contra Themístocles. O que defendemos é que acho possível implementar na Alepi um modelo de gestão que leve aspectos administrativos, um modelo de gestão mais transparente, que tenha uma ligação maior com a sociedade, não apenas com os deputados, melhores equipamentos, aproximar mais a estrutura de comunicação.

O que eu acho é que quem não fez isso em sete mandatos, não fará isso no oitavo, essa é minha posição, eu afirmo isso abertamente. Eu defendo o projeto de modernização. O presidente não é ruim, dentro de um marco que ele delimitou. Eu acho que é tentar um consenso, mas não tem necessariamente que ser em torno de Themístocles, teria que ser em torno de outro nome, ele até poderia estar na mesa diretora", defendeu Limma.

0 Comentario "Limma defende que o consenso deve ser em torno de um novo nome na Alepi"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial