Wellington Dias diz que não há motivos para greve na Educação

"Se houver greve pediremos sua ilegalidade, pois não há pauta que justifique a greve”, pontuou.

O governador do Piauí Wellington Dias (PT) declarou na manhã desta segunda-feira (13) que, caso os professores da rede estadual de educação deflagrem greve, pedirá sua ilegalidade. A afirmação foi dada durante a inauguração do Centro de Educação Profissional José Pacífico de Mouta Neto, localizado no bairro Dirceu Arcoverde, zona sudeste de Teresina.


Segundo Wellington Dias, a demanda que foi apresentada pela categoria já é atendida. “Recebemos uma pauta com dois itens, o primeiro item era o pagamento do piso e, o Estado já paga. O segundo era para que houvesse reajuste em janeiro, e o Estado fez reajuste em janeiro”, declarou.

O chefe do executivo estadual avaliou que, na atual conjuntura, é necessário compreensão e um esforço conjunto entre Governo e professores. “Muitos estados não deram reajuste. É um esforço, acho que é também responsabilidade de quem faz a educação, para a gente retribuir com ensino de qualidade a quem estuda, portanto, se houver greve pediremos sua ilegalidade, pois não há pauta que justifique a greve”, pontuou.  

Possibilidade de greve 
A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (Sinte), Odeni Silva, afirmou em entrevista ao GP1 nesta manhã, que o período letivo foi adiado, por conta de o reajuste salarial não ter sido pago em uma única parcela, como reivindica a categoria.

Fonte: GP1

0 Comentario "Wellington Dias diz que não há motivos para greve na Educação"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial