Agentes de endemias usarão aplicativo para combate ao Aedes

Os agentes de endemia do Piauí vão usar um aplicativo que será contratado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), com orientação da Agência de Tecnologia da Informação (ATI). O ‘app’ ficará disponível para download na loja de aplicativos do governo, tanto na Play Store como na Apple Store. A ferramenta, voltada para o combate ao mosquito da dengue, já foi apresentada aos diretores da ATI pela Coordenadoria de Tecnologia da Sesapi.
“A ATI, hoje, detém o controle da loja de aplicativos do Estado, tanto da Google como Apple, gerenciamos todos os aplicativos que estão sendo lançados do governo para o cidadão. Então, vamos disponibilizar esse espaço para que o aplicativo da Sesapi seja baixado pelos agentes de endemia. Fora isso, vamos disponibilizar servidores em nosso datacenter para hospedar o sistema do aplicativo e garantir apoio técnico no decorrer da implantação dessa nova ferramenta”, conta Avelyno Medeiros, diretor-geral da ATI.
Para o coordenador de T.I da Secretaria da Saúde, Cinésio Carvalho, os agentes poderão disponibilizar informações referentes ao trabalho que realizam muito mais rápido com o aplicativo. “Atualmente, os agentes precisam digitalizar os dados que coletam e enviar às prefeituras para as quais trabalham. As administrações municipais, por sua vez, cadastram os dados em um sistema estadual e federal. Ainda há dificuldades quanto à essa digitalização, o que pode acarretar prejuízo aos municípios, pois o Ministério da Saúde só repassa valores às cidades que estão com os dados em dia. Então, o aplicativo vai nos dar celeridade e automatizar o processo”, afirma Cinésio.
Internet em Hospitais
Ainda durante a reunião, o coordenador tratou com a diretoria da Agência de Tecnologia sobre a melhora da qualidade na internet dos hospitais de Corrente e São Raimundo Nonato. “Hoje, o Hospital de São Raimundo já possui um link de dois mega. Então, abrimos uma ordem de serviço para que seja feito um upgrade e possamos atendê-lo com 10 mega. Em Corrente, também já possui um link, mas a conexão ainda é de 256Kbps. Estamos vendo a viabilidade de fazer um upgrade de pelo menos 4 mega para lá”, disse o diretor-técnico da ATI, David Amaral.
Portal do Governo do Estado do Piauí

0 Comentario "Agentes de endemias usarão aplicativo para combate ao Aedes"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial