Fogoió denuncia novamente o prefeito Antônio Cinda ao TCE

O prefeito eleito de Matias Olímpio, Edísio Alves Maia, mais conhecido como Fogoió, protocolou, no dia 30 de novembro, no Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) nova denúncia contra o prefeito Antônio Rodrigues Sobrinho, mais conhecido como Antônio Cinda. No dia 20 de outubro ele tinha protocolado outra denúncia onde pedia a suspensão da convocação de aprovados em concurso.

Dessa vez, ele destaca problemas na realização no processo de transição do município. Ele explica que vem solicitando informações ao prefeito, mas que elas estão sendo negadas pela atual gestão. “A equipe de transição do denunciante, já enviou para o prefeito, várias solicitações de informação, as quais foram recebidas em 17/10/2016 e 20/10/2016, e no entanto, não obtiveram qualquer resposta por parte do prefeito, ou de qualquer membro de sua comissão de transição”, destacou. 

Fogoió afirma que essa é uma tentativa do prefeito Antônio Cinda de prejudicar a sua futura gestão que inicia em janeiro de 2017. Ele ainda denuncia que a situação do município é precária e que Antônio Cinda está sucateando a prefeitura.

“Em face da negativa das informações e do intuito claro de prejudicar a gestão do denunciante e futuro prefeito do Município de Matias Olímpio, não restou outra saída, visto que, a situação vivida pela Prefeitura de Matias Olímpio é de abandono, pois os prédios estão abandonados, os carros da prefeitura estão parados há dias, o hospital municipal está em situação caótica e ao negar as informações solicitadas pela equipe de transição, o prefeito visa macular o funcionamento da prefeitura agindo contra os princípios da administração pública daquele município e esta se negando a cumprir a Lei de Transição”, afirmou o prefeito eleito, destacando que o atual gestor realizou recentemente um contrato para aquisição de pneus por dispensa de licitação, sendo que o valor do contrato é de R$ 150 mil. 

Ele solicita então que sejam bloqueadas as contas da prefeitura de Matias Olímpio, pelo fato do prefeito não ter ainda apresentado informações para a equipe de transição, além de pedir a sustação dos processos licitatórios de Inexigibilidade n ° 006/2016, Pregão Presencial n° 010/2016 e Dispensa n° 04/2016.

Outro lado
Procurado pelo GP1, o prefeito Antônio Cinda não foi localizado para comentar a denúncia 

Fonte: GP1

0 Comentario "Fogoió denuncia novamente o prefeito Antônio Cinda ao TCE"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial